Como ser magra para sempre

HIIT E MUSCULAÇÃO: A CONCILIAÇÃO EXCELENTE PARA SER MAGRA PARA SEMPRE

A maior parte das mulheres pretende ter um corpo assente e tonificado, porém aproximadamente constantemente não fazem ou não sabem o que realizar para adquirir este propósito.

Veja bem, não estou dizendo que todas as mulheres desejam ser super saradas, porém ter um corpo forte, sem celulite e uma abdômen sequinha é um atração física bastante comum.

E como se aliciação um shape dessa maneira? →hiit e musculação 2

Bom, para ter um corpo tonificado e assente você necessita de duas coisas:

Ter a musculosidade desenvolvida: ou seja, possui que exercitar aborrecido (e não inicia com este bate-papo de “masculinizada”, você não acarreta hormônio para isto. Já expliquei aqui)
Ter pouca gordura do corpo: ou seja, é indispensável ter uma refeição adequado com o seu propósito, porém similarmente pode-se realizar HIIT e/ou jejum intermitente para estimular a queima de gordura.
Se você tiver músculos desenvolvidos, porém tiver muita gordura, ficará com fachada roliço.

Se você tiver pouca gordura, porém não reproduzir os músculos, vai ser visualmente magra, no entanto, com o perigo de ter flacidez, celulite, complicações de postura e míngua da condensação óssea.

É nesse ambiente que a conciliação de exercício HIIT e musculação pode ser surpreendentemente benéfica e proveitosa.

Os dois os treinamentos abrange em comum a alta intensidade, e é exatamente ela que gera modificações hormonais favoráveis à redução de gordura e ao recebido de massa muscular.

Porém tão fundamental no momento em que corporificar treinamentos intensos, é acatar o tempo de recuperação muscular, a fim de não abarbar a musculosidade.

É por isto que, neste texto, você irá ver:

Por que a conciliação de aeróbico clássico e musculação não é, nem sequer de afastado, a mais indicada para perder peso/definir;
Como e por que compor musculação e HIIT: 3 cenários possíveis;
Se o HIIT pode trocar a musculação e em quais casos é recomendado realizar somente HIIT
Ah, abrange alguns vídeos bem interessantes ao longo o texto, por isso, aproveite! 🙂

POR QUE HIIT E MUSCULAÇÃO, PORÉM NÃO AERÓBIO E MUSCULAÇÃO?
HIIT e musculação 2

Na esforço de perder peso ou passar a ter manifestação muscular, várias indivíduos conciliam musculação e aeróbios tradicionais.

Isto ocorre visto que a musculação também é entendida como exercício para reproduzir massa magra (e apenas), enquanto o aeróbio também é acertado como o treino mais recomendado para perder peso.

Abraçando essa coerência, se você pretende despossar gordura, mantendo o tono muscular, deveria compor as duas atividades.

Porém, como já expliquei neste texto, a musculação não apenas emagrece, como é bastante mais efetivo que o próprio aeróbio nesse processamento.

A grande proveito dessa exercício é incentivar ganhos de massa muscular em conjunto com a redução de gordura.

Isto ocorre, entre mais causas, visto que um exercício de musculação, no momento em que realizado de forma intensa, desgasta as fibras musculares e as vias energéticas.

No processamento de recuperação muscular, o corpo ação muita força – através da quebra de gordura e similarmente de proteínas – para abrigar-se o que foi acabado.

Para você ter ideia, o crescimento do metabolismo de alívio, depois de treinamentos intensos, chega a 480Kcal/dia em 24h depois de a apresentação de exercício e se preserva viaduto em até 290kcal/dia 48h depois de o exercício.

Com o metabolismo acelerado, você continua queimando gordura por bastante tempo em seguida da exercício física.

“De quebra”, possui o vatagem da ganho de massa muscular muscular, já que o energia se recupera por meio de do desenvolvimento.

» Leia similarmente: 7 causas por que seu barulho não aumenta

Compreendido, porém e o que ocorre no momento em que você combina aeróbios e musculação?
HIIT e musculação 5

Ao longo o treino em si, o aeróbio de baixa intensidade usa uma via energética distinto da musculação.

Não por acaso, a conciliação entre treinamentos de vigor e treinamentos de defensão aeróbia, num inclusive tempo de tempo, é tragada de treinamento adversário (TC) pela bibliografia cosmopolita.

Esse forma de treinamento se tornou popular ao ser empregado por atletas, já que em vários esportes a potência muscular e a defensão aeróbica estão profundamente ligadas e são solicitadas constantemente.

Ocorre que o treinamento adversário é altamente controverso, já que as atividades que o compõem geram modificações fisiológicas opostas no corpo.

Ou seja, no momento em que praticados em conjunto, os treinamentos de musculação e aeróbicos perdem a especificidade e, assim, os resultados úteis.

Uma meta-análise de 21 pesquisas sobre treinamento adversário mostrou que o inclusive precisa ser evitado para a maior parte dos metas, já que, com essa conciliação, nenhum deles é abalado de forma plena.

Então, realizar musculação e em seguida correr/pedalar/realizar transport/etc por 30, 40 minutos ou até por mais tempo, em intensidade moderada, não é o mais efetivo para despossar gordura.

“Ah, porém e se eu fizer o aeróbico antes?”

Pior também, uma vez que o aeróbico irá abalar seu capacidade na musculação, podendo pré-fatigar certos categorias musculares, como as pernas.

Tenha em mente: musculação é efetiva – tanto para ganho de massa muscular quanto para emagrecimento – no momento em que realizada de forma intensa.

Ninguém treina de forma tão intensa dessa maneira em seguida de uma apresentação de spinning, por adágio.

E se a essa altura você também está pensando em realizar o aeróbico de qualquer modo, faça em um horário distinto do dia, ou em um dia em que não fizer musculação.

HIIT E MUSCULAÇÃO: UM AUTÊNTICO CASO DE AMOR ❤️
HIIT e musculação 4

Se por um lado a conciliação de aeróbios e musculação é tragada de treinamento adversário, relacionar treinamentos de vigor com treinamentos HIIT poderia ser conhecido por de “treinamento adepto”.

A efetividade da musculação se acontece por mecanismos semelhantes aos do exercício HIIT, já que os dois utilizam a mesma via metabólica: a anaeróbia.

Sendo dessa maneira, não apenas é possível misturar as duas atividades, como isto é o mais recomendado para perder peso ou definir, mantendo ou desenvolvendo a massa magra.

No entanto, é necessário realizar muita atenção à recuperação muscular entre os treinamentos, evitando o overtraining e diminuindo o perigo de lesões.

No momento em que acrescentamos o HIIT à cotidiano de treinamentos, os músculos solicitados ao longo o treino precisarão de um tempo maior de recuperação, comparado ao relaxamento preciso no momento em que se faz “somente” musculação.

A seguir, bimba de algumas bens de conciliação, porém recomendo que você procure um profissional especializado para manipular as variáveis do exercício, de acordo com a sua característica.

HIIT E MUSCULAÇÃO NO INCLUSIVE DIA OU EM DIAS ALTERNADOS?
HIIT e musculação 6

A dobradinha HIIT + musculação pode ser ensejo na mesma apresentação de exercício, em dias alternados ou no inclusive dia, porém em horários distintos.

Como para aproximadamente tudo alusivo a exercício e refeição, não há somente uma resposta pela certa.

Tudo vai sujeitar-se do ambiente, ou seja:

O auto empregado (dos quais falei neste texto)
Sua desimpedimento de tempo
Sua divisão de séries
Seu condicionamento
Seu propósito essencial (perder peso vários quilos, definir, somente preservar o percentagem de gordura…)
O exercício que se passa para uma indivíduo sedentária é distinto do exercício de uma indivíduo bem acondicionada.

O exercício de indivíduo que pretende perder peso vários quilos é distinto do exercício de indivíduo que já possui o percentagem de gordura baixo, porém pretende ficar mais assente.

Em todo caso, é fundamental obter imobilidade entre intensidade, volume, relaxamento e ótima andamento, priorizando a intensidade, tanto na musculação como no HIIT.

Sair cansada da academia é distinto de sair treinada da academia.

É um exercício de musculação intensivo, não volumoso, que rompe suas fibras musculares, e a ganho de massa muscular muscular nada mais é que o crescimento do dimensão da fibra muscular em resposta ao treinamento.

Isto é uma aclimatação do corpo pra aceitar melhor o aguilhada da próxima vez que for amansado a um exercício com pesos.

Porém se você continua desgastando o energia ao longo sua recuperação, seja com um exercício de musculação ou exercício HIIT, a musculosidade pode se deteriorar ao avesso de se reproduzir.

Claramente, sono e refeição adequados similarmente tem influencia muito nesse processamento.

Mencionado isso, veja a seguir alguns cenários possíveis e analise qual deles se adequa melhor a sua cotidiano e propósito.

Obs.: Conheça, neste texto, o agente mais fundamental de um exercício de ganho de massa muscular. Esse é um divisor de calda entre um exercício efetivo e um exercício banal.

Acontecimento #1: HIIT e musculação em dia alternados
HIIT e musculação 8

É uma estratégia bastante agradável fazer musculação de 2 a 4x por semana + HIIT de 2 a 3x por semana, em dias distintos.

A porção de um ou de outro vai sujeitar-se do seu propósito essencial. Se for ganho de massa muscular, é preciso anteferir a musculação.

Se o foco essencial é emagrecimento, sem despossar tono muscular, faça mais treinamentos HIIT.

A proveito desse forma de divisão é que uma exercício não impreterivelmente vai controlar na desempenho da outra. Você constantemente vai quantidade permitir o seu melhor em cada um dos treinamentos.

Para isto, basta provocar em consideração a musculosidade que foi exercitada no dia antecedente, evitando uma contrapeso demasiada nos músculos já treinados.

Adágio: se você treinou pernas em um dia e pensa em realizar HIIT na magrela ergométrica no outro, isto pode provocar uma contrapeso maior neste grupamento muscular.

Você até poderia utilizar a bicicleta, dependendo da intensidade do exercício de pernas, porém seria agradável utilizar uma abundância menor, com rapidez maior.

E seria também mais agradável realizar um exercício HIIT que demandasse mais força dos afiliados superiores e/ou abdome, como socos em um saco de agressão e algumas flexões de bravura.

Entenda que são somente bens, uma vez que embora dos músculos precisarem, em média, de 48-72h de relaxamento depois de um exercício de musculação, a recuperação é uma coisa bastante único.

Você é quem precisa sentir se necessita de um relaxamento maior ou menor entre as seções de exercício.

Somente uma coisa é pela certa: se você pode exercitar a mesma musculosidade todos os dias ou aproximadamente todos os dias, seu foco está em volume de exercício, não em intensidade.

Exercício intensivo coloca você dolorida ou, pelo pouco, com a percepção de exaustão, de “peso” no energia adestrado.

Acontecimento #2: HIIT no inclusive dia da musculação, porém em horários distintos
HIIT e musculação 9

Outra maneira de misturar treinamentos HIIT com musculação é fazendo um deles na parte da manhã e o outro na parte da noite ou final da tarde.

Lamentavelmente, não é uma capacidade para grande parte das indivíduos, que várias vezes mal abrange um tempo do dia para se adestrar.

O que ameniza essa dificuldade é o feito de o HIIT quantidade ser realizado em qualquer lugar, até mesmo na dependência da sua casa.

É exatamente o que eu faço de vez em no momento em que, dependendo da minha periodização de treinamento. (nos dias de hoje eu me abalroamento no acontecimento 3, a seguir)

Fazendo HIIT no conforto da sua casa, você crista o tempo de desvio até a academia, não necessita acreditar para utilizar um aparelho (uma vez que nem sequer necessita de aparelho) e também pode colocar uma som para abalançar-se.

(As que tocam na academia geralmente são a cegueira ?)

Como no acontecimento antecedente, é fundamental acatar os descansos, levando em consideração o energia que foi exercitado no último exercício.

No meu caso, por adágio, eu fazia HIIT na segunda de manhã (exercício de pernas e abdome do Personal Fat Burn) e treinava afiliados superiores à noite.

Em seguida, repetia este inclusive exercício HIIT na sexta de manhã, já que às quintas-feiras não costumo exercitar e, então, conseguia permitir um bom relaxamento à musculosidade.

Você acha que não é uma coisa simples e que não possui como abalizar um padrão ideal de exercício/relaxamento?

HIIT e musculação 10Tudo depende do ambiente, e você mais do que ninguém precisa entender aferir a própria existência e, evidente, o próprio corpo. Ter o óbolo de um bom profissional vai auxiliar muito neste processamento, porém ninguém precisa se conhecer melhor que você mesma.

Ah, você pode diminuir o exercício de pernas e abdome que comentei! Possui duração de somente 6 minutos, porém garanto que você vai sair morta. (adivinha como eu sei? rs)

» Baixe o exercício HIIT de pernas e abdome! (Princípios PFB)
Acontecimento #3: HIIT e musculação na mesma apresentação de exercício
HIIT e musculação 3

Neste 3º acontecimento, que é o que eu faço nos dias de hoje, a primeira abacaxi a ser esclarecida é: HIIT antes ou em seguida da musculação?

Um pesquisa de 2008 analisou os resultados abiscoitados nas duas situações: exercício intervalado de alta intensidade antes da musculação e em seguida da musculação.

Fizeram parte do pesquisa 6 indivíduos destreinadas, divididas em 2 categorias.

O primeiro grupo realizou 10 minutos de HIIT antes do exercício de musculação e o de acordo com grupo tirou o HIIT em seguida do exercício de musculação.

Depois de 6 semanas, o de acordo com grupo teve uma diminuição 10% maior no percentagem de gordura, em acareação ao grupo 1.

Além disso, como a musculação é uma exercício que ajuda tanto na ganho de massa muscular quanto no emagrecimento.

Confira dicas do Monografis 2.0 para realizar TCC sem drama

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *